Highslide for Wordpress Plugin

Notícias › 10/01/2018

Inflação de 2017 fecha em 2,95%, a menor taxa desde 1998

De acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 10, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, ficou em 2,95%, o menor número desde a taxa de 1998, quando ficou em 1,65%.

De acordo com a pesquisa, o setor de alimentos e bebidas foi o que mais contribuiu para que o IPCA ficasse abaixo da meta estipulada pelo Banco Central (BC). A alimentação consumida em casa teve itens com quedas (feijão-carioca e o leite longa vida ficaram em -6,73% e -1,43%, respectivamente). Carnes, frutas, frango inteiro e pão francês, porém, apresentaram alta no período.

Os estudos do IBGE apontaram ainda que a deflação nos alimentos aconteceu em todas as regiões pesquisadas, variando de -4,28% em Belém a -0,21% em Brasília. Considerando os alimentos adquiridos para consumo em casa, vários tiveram queda significativa nos preços, com destaque para as frutas (-16,52%).

Já os itens habitação, saúde e transportes apresentaram alta. O grupo habitação (6,26%) apresentou a segunda maior variação, sendo responsável, porém, pelo maior impacto de grupo. As principais influências vieram de itens importantes na despesa das famílias, como o gás de botijão (16%), a taxa de água e esgoto (10,52%) e a energia elétrica (10,35%).

Com informações do IBGE