Highslide for Wordpress Plugin

Notícias › 06/04/2018

Bispos do Brasil se preparam para 56ª Assembleia Geral da CNBB

Começa na próxima quarta-feira, 11, a 56ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que tem como tema “Diretrizes para a Formação de Presbíteros”. O evento será realizado no Centro de Eventos do Santuário Nacional, em Aparecida (SP), até o dia 20 de abril. O objetivo da assembleia, que reunirá 477 bispos do Brasil, é atualizar as diretrizes em vigor, aprovadas em 2010, por ocasião da 48ª Assembleia Geral da CNBB.

“Essa atualização é motivada especialmente pelo magistério do Papa Francisco e pela publicação pela Congregação para o Clero do documento, ‘O dom da vocação presbiteral’, que constitui a chamada Ratio Fundamentalis Institutionis Sacerdotalis”, afirmou o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, que será substituído nos trabalhos da Assembleia Geral deste ano por um secretário ad hoc.

Os trabalhos dos presbíteros da assembleia serão iniciados com missa diária no Santuário Nacional — com laudes —, sessões pela manhã e à tarde e, no final de semana, acontecerá o retiro dos bispos.

O processo antes da assembleia

O texto sobre a formação presbiteral, que irá à plenária para votação do episcopado brasileiro, passou por um processo de construção por bispos e peritos. A Ratio Fundamentalis Instituitionis Sacerdotalis, documento que dá pistas para a formação de seminaristas e do clero da Igreja, foi um dos documentos considerados pela equipe responsável pelo texto.

O conteúdo final do texto produzido por bispos e peritos foi enviado para uma equipe de síntese que realizou a sistematização final do texto. As atuais Diretrizes para a Formação Presbiteral foram aprovadas na 48ª Assembleia Geral da CNBB, em 2010, e visam enriquecer a formação espiritual, humana, intelectual e pastoral dos futuros sacerdotes.

Se aprovado pelo episcopado brasileiro na 56ª Assembleia Geral, em Aparecida (SP), o texto seguirá para a Congregação para o Clero, do Vaticano, onde será referendado e se tornará um documento da CNBB para orientação e formação de novos presbíteros no Brasil.

Os novos presbíteros

Segundo informações do Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais (Ceris), organismo de pesquisa da Igreja no Brasil, existe, nas 277 dioceses brasileiras, centenas de seminários de formação e cerca de 6 mil seminaristas em processo de formação.

Por Canção Nova, com CNBB